Curiosidade: A ponte de Oresund – Construção e Engenharia

Curiosidade: A Ponte de Oresund – Uma obra de construção e engenharia notável

Conheça a maravilhosa e extraordinária obra de Engenharia composta por um túnel e uma ponte.

Para cruzamentos da água, a construção de túneis geralmente fica mais cara em relação a uma ponte. Entretanto, as considerações navegacionais em algumas posições podem limitar o uso de pontes elevadas ou drawbridge.

Construção e Engenharia

Nesses casos, uma combinação de pontes e túneis pode ser mais viável que um único túnel muito longo.

Localizada entre as cidades de Copenhagen (Dinamarca) e Malmo (Suécia) através do Estreito de Oresund, a Ponte de Oresund custou da cerca de 1,5 bilhão de dólares e cada país foi responsável por metade do investimento.

A “Oresund” é dividida em 3 trechos: um trecho sobre o mar, um trecho submerso e um trecho construído em cima de uma grande ilha artificial, totalizando 16 Km. E ainda conta com uma estrada e uma ferrovia, que fazem dela a maior ponte rodoferroviária do mundo!

Foi desenvolvida uma inovadora técnica na construção, desenhada para minimizar as adversas condições climáticas escandinavas (temperaturas inferiores a 20 graus abaixo de zero, alta salinidade, possíveis colisões de pedras de gelo) e garantir uma durabilidade de pelo menos 100 anos.

O túnel não foi propriamente perfurado no fundo do oceano. Ele foi construído em Cádiz (Espanha) e transportado por mar até o local, dividido em 20 partes separadas, já rebocadas desde o pátio de fabricação, cada uma com 176 metros de comprimento por 38,65 metros de largura e 8,55 metros de altura.

Uma vez posicionado o seguimento com precisa exatidão (tecnologia GPS), procedia-se a imersão dos segmentos colocando-os sobre uma base granular previamente preparada e nivelada no fundo do mar.

Após soldagem feita por mergulhadores, foi drenada a água do interior. A ponte inaugurada em 2000, teve uso abaixo do esperado inicialmente. No entanto, em 2005 e 2006, houve um rápido aumento do volume de tráfego sobre a ponte. Este fenômeno pode ser devido aos dinamarqueses, que passaram a comprar casas em Malmö (Suécia), onde o preço da habitação é mais baixo, e se deslocar para o trabalho na Dinamarca através da ponte.

Engenharia e Construção

A tarifa cobrada é de 260 coroas dinamarquesas, 325 coroas suecas ou 36 euros (com descontos de até 75% estão disponíveis para os utilizadores regulares).

Fontes:

PET Engenharia Civil UFJF

Uma ideia sobre “Curiosidade: A ponte de Oresund – Construção e Engenharia

Responder a A WordPress Commenter Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *